Buscar
  • Josi̊ Sàldanha - Numeróloga Cabalista

HOLÍSTICOnews | A Lua e suas múltiplas faces e influências


Hoje vamos iniciar um pequeno estudo sobre a Lua, que é muito mais que nosso satélite. E o título está certo: eu escrevi “faces” mesmo e não “fases”.

Por falar em fases, como sabemos, elas são quatro: Nova, Crescente, Cheia e Minguante. Entretanto, existem outras “faces”, na verdade, fenômenos: Lua de Sangue, Lua Azul e Superlua. Vou explicar um pouco sobre esses fenômenos.

Lua de Sangue – esse fenômeno é quando acontece, na fase da Lua Cheia, um eclipse lunar total, ficando a Lua ocultada pela sombra da Terra, deixando-a com uma coloração avermelhada. Ou seja: não tem sangue nenhum e ninguém vai morrer por causa disso! Apenas a cor da Lua fica modificada enquanto dura o eclipse. Claro que isso mexe com nosso inconsciente, não apenas pelo nome “exótico”, mas pela Lua em si e sua capacidade de mexer com nosso inconsciente e emoções, nos deixando mais introspectivos.

Lua Azul – é um nome muito bonito e até “romântico”, mas não é nada mais que a segunda Lua Cheia acontecendo no mesmo mês; ou seja: tem mais a ver com o calendário gregoriano que com qualquer outra situação. A Lua Cheia nos deixa mais extrovertidos.

Superlua – é quando a Lua fica no seu ponto mais próximo da Terra (cerca de 90% próxima do seu ponto de órbita mais próximo do nosso Planeta). Ou seja: é quando a Lua Cheia parece ser maior, devido à sua proximidade de nós. Existem astrólogos que associam a Superlua ao aumento de catástrofes naturais cerca de cinco dias antes e cinco dias depois desse evento, mas não há comprovação nem consenso na comunidade astrológica sobre esse assunto.

Sobre as quatro fases da Lua, vamos dar uma “pincelada” hoje e aprofundaremos mais nas próximas semanas.

Quem abre o ciclo é a Lua Nova (particularmente minha preferida e que, recentemente, descobri ter nascido quando ela estava nessa fase). Essa fase acontece quando a Lua está alinhada entre o Sol e a Terra. Nesse período, a Lua não reflete o Sol e, por isso, temos a impressão que ela “desaparece”. Na verdade, ela transita pelo céu durante o dia, nascendo por volta das 6h da manhã e se pondo às 6h da tarde. Seu tamanho não aumenta nem diminui durante as 4 fases, apenas o Sol é refletido pela superfície dela em maior ou menor raio. Como a Lua Nova “vem” da Lua Minguante, ela parece ir ficando “mais fina” até “desaparecer”, voltando a “crescer” na próxima fase, chamada de Crescente.

Na Numerologia Cabalística Empresarial, aconselhamos aos empresários (e isso também serve para nós, pessoalmente), a deixar para inaugurar a empresa, lançar produtos, campanhas etc, sempre na Lua Nova, pois essa é a Lua da renovação, dos começos. Se você pretende que algo dure, perdure, cresça faça na fase da Lua Nova!

A Lua Crescente é a fase seguinte e, a impressão que temos, ao olhá-la no céu, é que a cada dia ela “cresce” um pouco e, como já sabemos, isso se deve à luz do Sol sendo refletida por ela num percentual cada vez maior. Interessante é que, no Hemisfério Sul, ao nosso olhar, ela se parece com a letra C, já no Hemisfério Norte, ela se parece com a letra D.

Conselho da Numerologia Cabalística: o período da Lua Nova, até o início da Lua Crescente, é o momento de tomar atitudes para o que já existe cresça mais ainda.

Já a fase da Lua Cheia, caso não aconteça eclipse, compreende os dias que podemos ver toda a face lunar que é iluminada pelo Sol. Nos dois dias anteriores à sua chegada, dá para vê-la nascendo quando o Sol se põe e, dois dias depois, dá para vê-la se pondo, no lado Oeste, quando o Sol está nascendo, no Leste. Faça o teste! Essa fase da Lua mexe muito com nosso emocional, com nosso humor, nos deixando mais sensíveis.

Conselho da Numerologia Cabalística: se você quiser alcançar um resultado rápido, de curto prazo, faça o lançamento, o ritual etc, o mais próximo possível da fase mais cheia da Lua, ou seja nos primeiros dias dessa fase.

A quarta fase lunar é a Lua Minguante, que é o fechamento de ciclos. É o momento de dar ponto final no que precisa ser finalizado, seja o que for. Ela nasce à meia-noite e se põe ao meio-dia e aqui, no Hemisfério Sul, a vemos como uma letra C invertida, voltada para o Oeste. A cada dia ela fica com a aparência “mais fina”, até chegar à fase da Lua Nova e “desaparecer”.

A Numerologia Cabalística aconselha aos empresários (e a todos nós), que evitemos ao máximo que eventos importantes, tais como abertura de empresas, filiais, lançamentos de produtos e/ou serviços, sejam feitos nessa fase da Lua. Inclusive, devemos evitar os últimos dias da Lua Cheia, pois as vibrações da Lua Minguante já se fazem presentes. A tendência é o fracasso, a míngua.

Como eu disse anteriormente, hoje tivemos apenas uma introdução ao tema. Na semana que vem continuaremos com nosso estudo, mais a nível esotérico, sobre a Lua, esse ser fascinante!

Um grande abraço!

Namastê!

Josi̊ Sàldanha é Numeróloga Cabalista, formada pela ABNC – Academia Brasileira de Numerologia Cabalística, Terapeuta Psicopedagoga Holística, em várias especialidades, afiliada à ABRATH – Associação Brasileira de Terapeutas Holísticos, Pedagoga formada pela UERJ, Teóloga especialista em Ciências da Religião pela UNESA, Sacerdotisa há 15 anos, com dois livros publicados na área de Teologia.

Telefones Oi: (21) 3357-7399 e 98464-4568

Whatsapp e celular Claro: 99232-4887

www.josisaldanha.com.br

contato@josisaldanha.com.br

www.facebook.com/josisaldanhanumerologa

#FasesdaLua #NumerologiaCabalística #LuadeSangue #LuaAzul #Superlua

33 visualizações
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil