• Alexandre Madruga

Uma história de amor e recuperação, depois do abandono. Mas precisa de um lar


No fim de outubro de 2017, ela foi encontrada abandonada numa valeta, onde ficou dias sem comida, água e no relento. Pegou chuva, sol e passou frio, mas felizmente acabou sendo captada pelas câmeras de segurança da Transolímpica e foi resgatada. Adotada pelos funcionários do serviço de emergência, deram água, comida, se afeiçoaram. Mais tarde ela ganharia o nome de Gaya. Esse foi o começo da história da cadelinha mestiça, que como muitos pets acabam nas ruas, abandonadas ou fugidas, literalmente deixadas para o destino decidir o futuro.

A concessionária ViaRio não tinha como manter Gaya, por falta de espaço, mas acionou uma moradora de Jardim Sulacap, conhecida por resgatar animais perdidos e abandonados. A partir daí, a vida da cadelinha iria mudar. A telefonista Perla Peçanha, 35 anos, é a heroína de muitos bichinhos em situação desesperadora. “Sempre fui apaixonada por cães, vem de criança. Vê-los abandonados dói a alma, mas infelizmente não consigo e não posso resgatar todos, preciso de ajuda e graças a Deus muitas "madrinhas" me ajudam”, afirmou a “superpet” que realiza esse trabalha há cinco anos.

Gaya quando foi encontrada estava bastante anêmica, muito magra, com dentes desgastados, indicando até que “mordia“ as grades por onde passou. Mas o resgate na via expressa salvou a vida dela. “A ViaRio faz o custeio e eu estou auxiliando na adoção. A hospedagem e quem cuida dela até hoje é um terapeuta canino e adestrado”, diz Perllinha, como é conhecida no bairro.

Welton Souza é o adestrador de Marechal Hermes que fez um excelente trabalho com a cadela, retirando os medos e traumas, preparando para que Gaya seja adotada e ganhe novos pais. Quem vê as fotos de outubro de 2017 e hoje, percebe como está bem cuidada e com outra aparência. Agora, linda e saudável está pronta para fazer parte de uma família, que a ame e respeite de verdade.

O nome de Gaya vem da mitologia grega, onde era a deusa mãe, da Terra ou da Mãe Terra, conhecida pela grande força geradora, companheira de Urano e mãe dos Titãs e dos Ciclopes. Nome mais que apropriado para uma verdadeira guerreira, que sobreviveu aos vários obstáculos e hoje procura uma casa.

A cadelinha mestiça tem aproximadamente dois anos de idade, está vacinada e castrada. Tem um temperamento que se dá muito bem com qualquer outro cão. É obediente, carinhosa, amorosa e meiga. Mais informações pelo telefone (21) 99965-3200.

Quem adotará essa “deusa”?

#Pets #Abandono

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil