Buscar
  • Renata Cyríaco - Gestora Escolar

EDUCAÇÃO | Distanciamento social


Há crianças que tem muita dificuldade em interagir com o outro, em se aproximar do outro, iniciar uma conversa ou até mesmo responder a algum assunto que seja dirigido a ela. Já outras crianças, sabem ter um relacionamento de forma natural com os adultos e outras crianças.

Mas não devemos nos preocupar tanto, pois as habilidades sociais são adquiridas em todas as etapas da vida. Claro que o quanto antes a falta de habilidade for detectada, melhor, para que se possa treinar com a criança e fazer com que ela entenda que é capaz de se relacionar com os outros de forma fluida e assim se aproximando dos seus semelhantes, família, amigos da escola entre outros.

Tenho percebido muitos pais se queixando de crianças que não querem mais brincar, que não querem mais interagir e socializar até mesmo dentro de casa, devido ao grande tempo em jogos eletrônicos, tablet, vídeos e desenhos diversos. O que esses pais não devem perceber é que quem oferece esse mundo para seus filhos são eles mesmos, ou então os pais que ficam o tempo todo no celular, por exemplo, e a criança copia. Não esqueçam que seus filhos são reflexo do meio que vivem e que as crianças tendem a imitar os adultos, principalmente seus pais. Essa criança que fica grande parte do seu dia em um tablet, por exemplo, tende a se distanciar socialmente cada vez mais e com o passar do tempo fica muito difícil reverter essa situação.

Portanto, pensem bem antes de cobrar algo de seu filho que nem você consegue fazer, que é não interagir e socializar por causa de um aparelho de celular por exemplo. Claro que o celular tem ferramentas maravilhosas, mas que saibam usar, principalmente perto das crianças, para não darem o exemplo de algo que não quer que aconteça com elas.

Não estou deixando aqui nenhum tipo de julgamento, muito pelo contrário, estou aqui tentando alertar pais e/ou responsáveis sobre comportamentos que muitas vezes não percebem no dia a dia.

Deixo aqui algumas dicas para melhorar esse tipo de comportamento na criança: • Reforce positivamente cada ação que a criança realizar, por menor que seja. Tente não perder a paciência ou achar que esse é o pior problema do mundo; • Não esqueça que toda mudança é gradual, ainda mais quando diz respeito a crianças; • Não compare seu filho com outras crianças, pois isso só prejudica sua autoestima; • Proporcione contatos sociais para seu filho; • Estimule seu filho a fazer coisas por ele mesmo e que consiga tomar decisões; • Identifique talentos e dons do seu filho e o leve para experimentar uma atividade; • Crie pequenos eventos, como festa do pijama com os amigos; • Não leve videogame, tablete e celular quando for para lugares em que ele possa interagir com outras pessoas.

Espero que tenha ajudado e para qualquer dúvida podem entrar em contato no e-mail recyriaco@gmail.com ou no whatsapp (21) 98052.0800. Sigam também o meu instagranRenataCyriacoKC e a fanpagerenatacyriacokc.

Sou Professora, Fisioterapeuta, Gestora escolar há 11 anos, especializada em educação especial e inclusiva, pós-graduanda em psicopedagogia institucional e clínica e Coach Infantil.

#Distanciamentosocial #Educação

93 visualizações
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil