• Marluce Rosa - Prof. Yoga

YOGAnews | Sthairyam (Persistência)


Olá! Como vai você? Semana passada falamos um bocado da lei do desapego... Se faz necessário deixar ir para que novas possiblidades possam se abrir. Enquanto continuamos a carregar padrões de comportamentos tóxicos e repetitivos, continuamos não desejando estar em determinadas situações, mas não efetivamos estratégias para a mudança, quando continuamos carregando valores engessados e muitos sem fundamentos reais com a nossa própria natureza viveremos em apego. E para efetivarmos mudanças reais, sairmos do campo das ideias e darmos o primeiro passo é preciso na jornada de Sthairyam, persistência.

Quando iniciamos algo novo em nosso viver é natural que comecemos muito animados, dedicados, cheios de planos, ações... Porém, com o passar do tempo, a rotina (que se faz necessária para uma vida em Yoga) vai nos convidando a olharmos verdadeiramente para nós mesmos e perguntarmos: Eu realmente quero abrir mão dos meus condicionamentos mentais tóxicos para de fato me perceber com novas possibilidades? Eu quero abrir mão do conhecido, do que eu já estou acostumado, acostumada para observar o que a minha mudança pessoal pode me trazer de novo? De verdade, eu estou preparada ou preparado para seguir para o novo? De fato eu quero imprimir em meu viver, através do meu exemplo a Lei do Desapego? Chega uma hora, que de fato, a rotina em Yoga irá nos convidar a responder para nós mesmos essas perguntas... Quando estamos conscientes no processo de mudança e se queremos, de fato, efetivarmos a mudança, sairmos do campo dos sentimentos e pensamentos e partirmos para ação necessitaremos de um grande valor no Yoga: Sthairyam, persistência.

O SwamiDayanandaSaraswati, em seu livro O valor dos valores, nos aponta que Sthairyam é firmeza, estabilidade, constância, perseverança, firmeza em seu próprio dever. Ele aprofunda esse valor nos trazendo uma narrativa da nossa bravura inicial frente a um objetivo proposto, porém, com o passar do tempo existe um declínio nesse “entusiasmo” e logo arrumamos uma boa desculpa para nós mesmos, e assim,abandonamos o objetivo inicial. Ele continua a sua narrativa nos apontando os efeitos psicológicos dessa falta de continuidade na ação, onde produzimos um acúmulo de culpa pelo “fracasso” em não completar o que foi iniciado apontando que se deveria ter persistência para não se entregar a preguiça e nem perturbar-se pelas distrações do universo externo. Todos os dias recebemos muitos convites para sairmos do nosso propósito, seja ele qual for: uma mudança de emprego, emagrecer, fazer uma atividade física, tirar férias, ficar mais com a família, dedicar-se a um novo estudo, efetivar um trabalho voluntário, iniciar as praticas de Yoga, em fim, são inúmeras distrações para a nossa mente ainda pouco consciente ceder.

Certamente, o fato é que para aplicarmos a Lei do Desapego que favorece uma grande estabilidade emocional, um estado de contentamento, fluidez nas relações, verdade para conosco e com o Outro há de se ter muita persistência. O pensamento materialista diz que tudo é “meu”: meu filho, minha mãe, meu marido, meu irmão, meus alunos, meus amigos, meu emprego...E assim, engessados no materialismo esquecemos-nos da transitoriedade e impermanência da existência. Como diz Lulu Santos: Tudo muda o tempo todo no mundo. E o pensamento espiritualista nos mostra a verdade: o “meu” não existe. Estamos todos de passagem por esse planeta chamado Terra. E nesse intervalo entre vida e morte vou apenas tentando arrastar maravilhas das experiências vividas. Até a próxima!

“Se você expressar o que habita em você, isso irá salvá-lo. Mas se você não expressar o que habita em você, isso irá lhe destruir.”

Vamos seguindo! Um abraço.

Profª. Marluce Rosa é idealizadora do Espaço Lumarce Yoga, Pedagoga, Psicomotricista, Profª. de Educação Física, Yoga e Motociclista. Contatos: Watsapp: 99343-8895 Facebook e Instagram: @yogalumarce

#Sthairyam #Yoga

Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil