• Renata Cyríaco - Gestora Escolar

EDUCAÇÃOnews | Você conhece o cérebro do seu filho?


O cérebro é um órgão que coordena e controla todos os movimentos do corpo e processa a informação sensorial. Ele também regula as funções homeostáticas, a pressão sanguínea, a temperatura corporal e os batimentos cardíacos,assim como é o responsável pela cognição, aprendizagem, memória e pelas emoções. Seu funcionamento é realizado através da interação das diversas áreas que possui.

O cérebro é dividido por uma fissura longitudinal que permite distinguir entre dois hemisférios cerebrais: o direito e o esquerdo. E é exatamente sobre isso que falaremos: Hemisférios direito e esquerdo.

Quando passamos a entender melhor o cérebro dos nossos filhos e como se dá o seu funcionamento, fica muito mais fácil saber lidar com os diversos comportamentos, dentre eles, a birra, falta de empatia, falta de educação, distanciamento social, entre outros. Quando entendemos que podemos ajudar as crianças na integração dos dois hemisférios, direito e esquerdo, tudo se torna mais fácil.

O hemisfério direito é o lado emocional, criativo, intuitivo. Até aproximadamente os dois anos de idade a criança usa apenas esse lado do cérebro.

O hemisfério esquerdo, que é o lado racional, linguístico, lógico, exato, só começa a ser formado com dois anos de idade. Portanto, uma criança com até dois anos, que é colocada de castigo, que ouve muito o não, que leva palmada, não entenderá muitas vezes os motivos dessas punições. É preciso que nós, como adultos, sejamos emocionalmente inteligentes e saibamos ajudar as crianças a integrarem esses hemisférios, assim conseguindo controlar melhor suas emoções.

Uma crise de birra, por exemplo, é o hemisfério direito predominando. Nesses casos, principalmente, podendo ser birra fisiológica (fome, sede ou sono), o ideal é que o adulto se conecte com essa criança (emoção com emoção), para entender o que está se passando, tentando acalmá-la, e depois redirecione com lições do hemisfério esquerdo (conversando sobre tal comportamento). Importante pontuar que conexão não é a mesma coisa que permissividade. Conectar-se com seu filho não é permitir que ele faça o que quer e nem reforçar positivamente os comportamentos inadequados.

A Criança que usa apenas o lado direito do cérebro, não consegue controlar suas emoções, e quando o adulto tem entendimento disso, passa a lidar com a criança de uma maneira menos estressante para todos. Outra orientação bem valiosa é a seguinte: quando seu filho estiver muito chateado, ajude-o a contar uma história sobre o que está incomodando, dessa forma, o cérebro esquerdo pode encontrar sentido na experiência e assim começa a ter controle sobre a situação.

“O cérebro é moldado pelas experiências que os pais oferecem aos seus filhos. Saber a forma como o cérebro muda em respostas à nossa forma de criar nossos filhos, pode nos ajudar a torná-los mais fortes e resilientes.” Do livro, o cérebro da criança.

Renata Cyríaco é professora, fisioterapeuta, gestora escolar, especializada em educação especial e inclusiva, pós graduanda em psicopedagogia institucional e clínica, e Coach Infantil.

Celular: 98052.0800 Fanpage: Renata Cyríaco KC E-mail: recyriaco@gmail.com Youtube: Renata Cyríaco

#Educação #CérebroInfantil #Filhos #Coach

Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil