• Alexandre Madruga

ANP passa informações sobre posto de combustível de Sulacap e orientações


Após a moradora de Sulacap, Ana Laura Pazó, enviar denúncia do posto de combustível BR da Rua Euzebio de Almeida, entramos em contato com a Associação Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP). O relato foi o seguinte:

- Sempre coloco gasolina no Carrefour, não confio em qualquer posto, mas infelizmente nesse dia, por estar em cima da hora para um compromisso, coloquei gasolina no posto BR da Euzébio de Almeida, na esquina do tobogã ( Pacífico Pereira ), cheguei no posto pedi ao frentista para colocar gasolina comum, ele disse que só tinha aditivada, mesmo sendo mais cara, falei pra colocar essa mesmo, não tinha outra. Ele colocou aproximadamente meio tanque, liguei o carro, joguei pro GNV, e segui para o compromisso. Quando estava quase chegando em casa, joguei pra gasolina como de costume, o carro andou um trajeto, depois morreu, tentei virar a chave várias vezes e não pegava, dei meu jeito de jogar para o GNV novamente e fui pra casa. No dia seguinte mandei pro mecânico, a gasolina estava preta, fedida, e contaminou tudo, um prejuízo de 650 reais, fui ao posto falar com o gerente, e ele disse que não podia fazer nada, revoltante, a gasolina já ta caríssima, e a maioria ou ta contaminada, adulterada ou fora da validade, tomem cuidado, total falta de respeito. - informou Ana Laura, num post enviado ao Sulacap News no último dia 18.

Repassamos a denúncia a ANP, que respondeu dessa forma:

"(..) O posto em questão (Posto de Gasolina do Catonho LTDA) foi fiscalizado pela última vez pela ANP em 08/02/2017. Foram coletadas amostras de todos os combustíveis e todos estavam em conformidade com as especificações da Agência. (...) Os consumidores que suspeitarem de irregularidades podem denunciar ao Centro de Relações com o Consumidor (CRC) da ANP, pelo telefone 0800 970 0267 ou pelo "Fale Conosco" do site www.anp.gov.br. O posto em questão será incluído no planejamento das ações de fiscalização da ANP.

(...) No âmbito da ANP, conforme informado acima, os consumidores podem realizar denúncias ao CRC para que o posto seja incluído nas ações de fiscalização da Agência. Em caso de constatação de irregularidades, o posto é autuado e/ou interditado cautelarmente e responde a processo administrativo, ao final do qual está sujeito às penalidades previstas em lei, incluindo multa que pode chegar a R$ 5 milhões.

Para ações como solicitação de ressarcimento e outras compensações, os consumidores podem acionar a Justiça e/ou procurar órgãos de defesa do consumidor, como Procons. É importante que os consumidores sempre exijam e guardem a nota fiscal".

Para ajudar, a ANP enviou cartilha com orientações ao consumidor no momento de abastecer.


Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil