• Alexandre Madruga

PMERJ e Atlântico de Bonsucesso empatam no CFAP em Sulacap


Manhã desse domingo (30) e parece que os dois times demoraram a acordar na partida, que terminou empatada em 1 a 1, no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da PM, em Sulacap. Com um primeiro tempo sonolento, a seleção da Polícia Militar e o Atlântico de Bonsucesso tiveram poucas oportunidades, muitos erros de passes e poucas conclusões a gol.

Os times despertaram na segunda etapa, quando o jogo ficou mais franco, mas com a PM jogando muito mal, coube ao azul e branco de Bonsucesso ditar o ritmo da partida e logo abrir o placar aos dois minutos, com Chininha, destaque e craque do jogo, levando para casa ingressos da Cinesystem Cinemas e cortesia do Queen Hotel.

A defesa dos homens da segurança pública abusavam de sair jogando errado e por mais de uma vez o goleiro Ribeiro acabou se destacando. Mesmo errando tanto, a PMERJ empatou aos 15 minutos, com um gol do atacante Cabo Luan. Foi a única coisa proveitosa da PM no segundo tempo. Durante o restante do jogo, coube ao Atlântico ditar o ritmo do jogo e perder oportunidades, uma atrás da outra. A luz na escuridão da PM foi o meia atacante Cabo Conde, mas uma andorinha só não faz verão, mesmo assim ele ganhou o prêmio como melhor da PMERJ e levou a cortesia do Queen Hotel.

Para o diretor de futebol da PM, Sérgio Gonçalves, a partida de hoje tem que ser esquecida.

- Começamos marcando pressão e mais uma vez perdemos gol. Isso causa problemas dentro do time, dando desgaste. Dominamos uma parte do jogo, mas não jogamos tecnicamente bem. Fizemos mudanças no segundo tempo, mas tomamos gol muito rápido. Eles começaram a segurar a bola e tentei mexer no time para ganhar o jogo. Mas não fizemos um bom jogo, temos que correr atrás e ganhar os próximos adversários. – disse Gonçalves.

Marcelo Souto, treinador do Atlântico, gostou da partida que a equipe fez, mesmo saindo apenas com empate. - Foi um jogo limpo, deu mais nosso time. O time da PM é bom, mas tivemos várias oportunidades de gol, além de duas bolas na trave. Mas nosso time não ampliou o placar e deixamos empatar. Apesar de tudo, fizemos um bom jogo e tivemos o Chininha eleito craque, que jogou muito bem na armação das jogadas. – afirmou o treinador.

O empate não ajudou nenhuma das equipes. O Atlântico pode perder a vaga na zona de classificação, já que antes de começar a rodada estava em oitavo. Já a PM busca recuperação e o empate deixa as chances de se classificar mais distantes.

Quem é Atlântico de Bonsucesso? Após a partida, nossa reportagem conversou com o treinador Marcelo Souto, que contou um pouco da história desse jovem time do subúrbio do Rio, que nasceu em 06 de fevereiro de 2000 e hoje está com 17 anos.

- Soares é o presidente do Atlântico. Era um time de mercado, patrocinado pelo dono do Supermercado Atlântico, de onde originou o nome do time. Quando o mercado deixou de patrocinar, o Soares tomou para si o time e com vários patrocinadores, como a PRV Tec, Academia Invicta, Lojas de Ferragens Pai e Filho, e essa ajuda vêm dando certo. Temos time de base, de onde puxamos jogadores jovens para o principal. Eu gostaria de contar que eu fui jogador do time e hoje sou técnico. – afirma ele, concluindo que a Liga Zona Norte é bem organizada e que, apesar das dificuldades, vem mantendo um alto nível de competição, com excelentes campos.


Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil