• Alexandre Madruga

Relato de uma noite de terror. Entrevista com a vítima de assalto dentro do BRT


​Uma das vítimas do assalto dentro do BRT, na última sexta-feira (07/06), nos falou como foi aquela noite. Moradora da Mallet e com opção de se manter no anonimato, ela nos contou a história daquela noite, que segundo ela será inesquecível.

SULACAP NEWS: Como tudo aconteceu? Eu estava vindo do trabalho, peguei o BRT umas 7:30 da noite mais ou menos. A composição estava cheia. Uma pessoa saiu do banco para saltar e me sentei. Coloquei o fone no ouvido para ouvir música, quando chegou depois um pouco da estação da Boiuna, dentro do túnel, eu escutei um grito. Olhei para trás, só deu tempo de ver um cara vindo para cima de mim, mandando eu dar o celular. Ele esta armado com uma faca enorme.

SN: Obviamente você tomou um susto enorme?

Fiquei muito nervosa, nem estava conseguindo abrir a bolsa. Ele falava anda anda, vamo bora, vamo borá. Eu dei o celular para ele. Ai ele e os outros vieram pegando os das outras pessoas que lá estavam.

SN: Quantos bandidos eram?

Todos eles estavam armados. Eram quatro. Três com faca, um com uma arma e ficava ameaçando o tempo todo o pessoal. Eles jogaram a garota no chão, por isso ela gritou e ficava ameaçando ela de morte. Tomaram o celular dela, a bolsa e fizeram a limpa em geral.

SN: E onde estava o BRT nesse momento?

Quando estava chegando no final do túnel, eles mandaram as pessoas que estavam em pé sentar no chão perto do motorista. O que estava armado ficou apontando a arma para eles e ameaçando até o motorista, falando que se fizessem alguma gracinha, ia cair.

SN: Qual estação eles saíram e onde vocês desembarcaram?

Geral ficou quieto, quando falaram que não era para descer na estação, porque se não ia cair também para morrer. Na estação da Marechal Fontenelle foi onde eles desceram e ninguém desceu, inclusive eu que salto ali. Tivemos que descer na outra.

SN: Todos foram para a delegacia fazer registro?

Somente cinco pessoas foram dar parte. Eu acho que por medo, as outras pessoas que foram assaltadas não foram dar parte na delegacia”.

A 33ª DP já solicitou imagens das câmeras de segurança das estações do BRT e do coletivo, para tentar identificar os bandidos. Já relatamos outros dois assaltos com a mesma característica dentro do BRT e com faca.

Como os assaltos ocorreram dentro do BRT e na Transolímpica, cabe ao Batalhão de Policiamento de Vias Especiais (BPVE) da Polícia Militar, a responsabilidade pela segurança na via.


Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil