Buscar
  • Alexandre Madruga

Amisul é importante e fez alguma coisa pelo bairro?


Muitos dos moradores do bairro reclamam da inatividade da Associação de Moradores e Amigos do Jardim Sulacap (Amisul), fundada em 1981. De posse dessa informação, solicitamos um posicionamento da associação, para que pudéssemos divulgar aos moradores. Após pesquisa, nos foi passado um primeiro documento, do início da década de 90.

Na ocasião, a AMISUL fez um relatório com informações sobre realizações e iniciativas fracassadas, que transcrevemos na íntegra. Reforçamos que os dados divulgados abaixo, se tratam apenas de realizações até o ano de 1990.

Já solicitamos que a associação nos remata dados após essa data.

Documento publicado pela AMISUL no início de 1990

Dentre as principais realizações da Amisul, que podemos catalogar como vitórias, destacam-se as seguintes:

1- Regularização do abastecimento d´água no Jardim Elisa;

2- Conclusão do CIEP Aracy de Almeida;

3- Construção do Posto de Saúde Masao Goto;

4- Reforma da Escola Municipal Porto Seguro e construção da casa do residente;

5- Implantação do reforço da linha de ônibus 33, partindo de Sulacap;

6- Processo administrativo junto à Prefeitura do Rio de Janeiro, para conseguir da SulAmérica a limpeza do terrenos de sua propriedade situados no bairro, bem como a construção das respectivas cercas e calçadas em volta;

7- Paralisação e arquivamento do projeto da Rio-Urbe, que previa construção de 350 casas populares em área de lazer do bairro, na Praça Quincas Borba;

8- Urbanização e iluminação da Praça Mário Saraiva, onde fica a igreja Nossa Senhora da Assunção;

9- Colocação de grelhas em diversos bueiros de águas pluviais;

10- Gestões junto à Aeronáutica para limpar e cercar seus terrenos no bairro e, também, construir calçadas em volta;

11- Alojamento, em Galpão da Praça Mário Saraiva, do pessoal da Comlurb encarregado da capina e varredura das ruas do bairro;

12- Melhoramento e iluminação das ruas o bairro;

13- Reforma do Estatuto da Associação, com o objetivo principal de implantar filosofia de atuação mais adequada aos avanços sociais e estabelecer estrutura de pessoal capaz de suportar amplo programa de trabalho;

14- Formação de grupamento de 43 representantes de moradores, para a importante função de ligar a direção da Amisul aos moradores e realizar diversas tarefas de relevância;

15- Formação inicial (11 membros) do grupamento de Chefes de Departamento (quadro completo previsto para 25), com funções executivas da maior importância;

16- Lançamento do Jornal/Boletim da Associação;

17- Concurso para escolha da logomarca da Associação, a qual já figura em impressos, distintivos, camisas, plásticos etc;

18- Estabelecimento de programas de trabalho, para evitar os efeitos negativos das ações improvisadas e imediatistas;

19- Realização de eventos sociais, com destaque para as festas do dia das mães (1989), dia dos pais (1990), aniversários da Amisul (todos os anos) e, principalmente, as festas juninas (1989 e 1990), que colocaram o “Arraiá da Sulacap” como dos melhores, senão o melhor, do Rio de Janeiro;

Iniciativas bem sucedidas, em andamento:

1- Compromisso da SERLA para dragar e canalizar o Arroio dos Afonsos. Obra prevista para novembro/90, conforme correspondência arquivada na Associação;

2- Instalação de telefone público no Ciep Aracy de Almeida, prevista para setembro/90, conforme correspondência arquivada na Associação.

Iniciativas fracassadas:

1- Conquanto tenha formado o Estatuto, a AMISUL não consegue cumpri-lo, lamentando-se principalmente a paralisação da pesquisa que pretendia conhecer o pensamento dos moradores, para agrupá-los segundo seus interesses;

2- Não se conseguiu manter o grupamento de representantes de moradores, ficando a associação sem condições de levar notícias, ouvir reivindicações, cobrar contribuições etc;

3- Não se conseguiu manter o grupamento de chefes de departamento, retornando as tarefas executivas ao Conselho Deliberativo que, por isso, não consegue cumprir as suas funções estatutárias mais importantes;

4- O jornal/informativo, que durante 10 meses foi o cartão de apresentação da AMISUL, circulou somente até julho de 1989;

5- Os programas de trabalho, prevendo providências de mais relevantes, encontram-se paralisados;

6- As campanhas, em geral, para ampliar o quadro de trabalho, não tem apresentado resultado;

FOTO: http://fichadeonibus.blogspot.com.br/2015/03/auto-viacao-bangu.html


0 visualização
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil