• Alexandre Madruga

Terrenos que sobraram da obra Transolimpica seguem sem destino


Áreas remanescentes têm projetos, mas burocracia impede implementação

Nova via expressa do Rio, a Transolímpica cortou diversos bairros e deixou para trás pequenos terrenos, sobras da obra, que são chamadas de áreas remanescentes. Em Sulacap, existem vários desses espaços e a idéia é implementar uma horta comunitária.

De acordo com Emilson Moreira, responsável pelo projeto, existem vários benefícios em ter a horta.

- O objetivo geral é melhorar o bem-estar e a qualidade de vida da população, transformando áreas remanescentes em produção autossustentáveis, melhorando as condições ambientais, sociais e econômicas com a geração de produtos agrícolas – afirma o dono do portal Jardim Sulacap Bairro Sustentável.

Além de gerar emprego, renda e inclusão social através da venda dos produtos agrícolas, Emilson acredita que a iniciativa irá também fortalecer o envolvimento comunitário, a interação, a troca de experiências, o empoderamento social e promover a mobilização para conservação das áreas prioritárias e urgentes, contribuindo para mudanças de atitudes e comportamentos.

Quem quiser conhecer todo o projeto, clique AQUI e confira.

Outra área remanescente era o terreno que da Praça D. Helder Câmara, que recebeu o stand da obra. Em breve esse local deve ser devolvido a comunidade.


70 visualizações
Clique na imagem para baixar aplicativo da Rádio para celular
image1.jpg
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2020 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil