Buscar
  • Alexandre Madruga

Freixo responde moradores do bairro Jardim Sulacap


Conforme publicado dias atrás, enviamos sete perguntas para os candidatos a Prefeitura do Rio, Marcelo Crivella e Marcelo Freixo. Demos opções para ambos enviarem um vídeo de dois minutos, com algumas das respostas. Hoje, publicamos as respostas. Por ordem de chegada, publicamos agora as respostas de Marcelo Freixo, candidato do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL).

1) Em relação à saúde pública, vemos a má administração feita pelas chamadas OSS, em relação a essas empresas , o seu governo pretende intervir e assumir ou manter como esta e criar métodos de supervisão destas empresas ? Lembrando que de acordo com a lei o correto é ter funcionário público nas unidades de saúde pública. (Valter Rocha)

2) Que projetos tem para o Jardim Sulacap em questão de segurança, educação, lazer, meio ambiente, saúde, pavimentação e transportes. Vejo muitos bairros recebendo melhorias em setores citados acima e não vejo no nosso bairro. (Angela Silva Bahia)

Melhorar a qualidade de vida na Zona Oeste será uma de nossas prioridades. E Jardim Sulacap é um bairro importantíssimo dessa região. Vamos investir em obras de melhoria do espaço urbano e ampliar as áreas de lazer e descanso, recuperando os espaços públicos perdidos nos últimos anos e aproveitando os terrenos da prefeitura que estão abandonados. Vamos ampliar a rede de coleta e tratamento de esgoto. Além de aumentar o número de médicos, enfermeiros, agentes comunitários e agentes de controle de endemias para melhorar o atendimento no bairro. Também queremos ampliar as vagas para creches e investir na melhoria das escolas da região. Além disso, vamos aumentar o efetivo da Guarda Municipal no bairro para melhorar a segurança. E, não menos importante, vamos retomar as linhas de ônibus que foram extintas e recuperar os trajetos originais de linhas que foram encurtadas. Sulacap merece um prefeito que garanta o direito dos seus moradores.

3) Existe um projeto antigo dos moradores, que seria um ginásio. Hoje, a empresa que fez a obra Transolimpica está num terreno municipal, mas deve sair até o fim de novembro. Um Projeto de Lei tramita na Câmara. Qual seu projeto para o terreno que essa empresa irá deixar? (Marlon Ikeda)

Vamos ouvir os moradores do bairro e planejar a melhor maneira de aproveitar esse terreno para promover a arte, a cultura, o esporte e o lazer. Um ginásio pode ser uma boa solução. Vamos avaliar com cuidado a viabilidade do projeto.

4) O bairro sofre com alagamentos em fortes chuvas. Um projeto de reurbanização da Avenida Alberico Diniz não sai do papel há décadas. Podemos acreditar que as obras tão importantes para o bairro irão acontecer? (Ecy Trindade)

Vamos investir na reurbanização da Avenida Alberico Diniz e ampliar as taxas de permeabilidade do solo no bairro, diminuindo o volume de água escoada nas ruas e calçadas para o sistema de drenagem, com intuito de evitar as enchentes e inundações em período de cheia e de chuvas fortes.

5) A biblioteca popular que existe no bairro, administrada pela Secretaria municipal de Educação, será fechada? (Julia Lis)

6) Existe um projeto da Secretaria de Meio Ambiente funcionando no Galpão Comunitário, que empregava moradores do bairro, mas foi desativado sem aviso e razão. As funcionárias ajudavam na fiscalização do meio ambiente e dava palestras de reciclagem. O projeto será reativado? (Marise Silva)

Sim. Vamos fortalecer programas que integrem as comunidades na educação, preservação e recuperação ambiental dos bairros, tais como o gari comunitário, os guardiões de rios, os mutirões de reflorestamento e de limpeza, entre outros. Além disso, vamos implementar uma política de coleta seletiva, reciclagem e reaproveitamento do lixo, valorizando os catadores de resíduos sólidos que trabalham na região.

7) O bairro é o único que realiza o único carnaval infantil que existe, com recursos próprios com doação dos moradores. É possível tornar esse carnaval voltado apenas para crianças, como oficial da Riotur? (Fernando Petico)

Claro! O carnaval deve ser tratado como um dos patrimônios culturais mais importantes da cidade, seja para adultos, jovens ou crianças. Cumpre um papel decisivo na afirmação da identidade dos cariocas. E é fundamental ter um carnaval específico para a garotada, com bailes infantis e colocando a cultura dos sambas e das marchinhas desde cedo para as crianças. Se em Sulacap já existe essa demanda, vamos fortalecer. Nosso governo sempre estará aberto ao diálogo para melhorar o nosso carnaval. Nosso principal objetivo será reduzir a burocracia e democratizar a ocupação da cidade durante o período de festas. Para isso, vamos dialogar com todos os grupos, coletivos e blocos que fazem do Rio o melhor carnaval de rua do Brasil.


287 visualizações
Ajude a manter vivo o Jornalismo Local

Pedimos sua contribuição para mantermos um jornalismo profissional, valorizando informações qualificadas, contra fake news e dando voz a nossa região. Somente com seu apoio e ajuda financeira, conseguiremos continuar trabalhando para todos vocês, que confiam na nossa missão.

© 2018 Sulacap News

Jardim Sulacap - Zona Oeste do Rio de Janeiro - Brasil